Pequenos gestos e escolhas diárias de todos, somados, podem cuidar do meio ambiente mais do que qualquer ação governamental ou não governamental. Você não acha isso incrivelmente poderoso?
Mas, muitas vezes, menosprezamos os efeitos das nossas atitudes por achar que são pequenas perto dos problemas ambientais e, até mesmo, de questões dissociadas. Afinal de contas, como sua escolha de optar por produtos sustentáveis pode ajudar a frear as queimadas na Amazônia, não é mesmo?
Pensando numa lista de ações positivas que você pode tomar para cuidar do meio ambiente, a dica que estaria no topo seria: seja um agente de mudanças. Comece pelo que está ao seu alcance e inspire as pessoas que estão à sua volta.
Então, com essa vibe positiva e confiante, busque novas maneiras de contribuir e influenciar. Nós temos algumas sugestões e fizemos uma pequena lista para você começar. Confira!
1. Reduza a quantidade de lixo
Descasque mais, desembrulhe menos. Já ouviu essa máxima? Pois é, consumindo menos produtos industrializados, além de ficar mais saudável você também vai reduzir a quantidade de lixo produzido no seu cotidiano.
Só que também dá para reduzir a quantidade de lixo de outras maneiras. Reaproveitar potes, preferir refis de produtos em vez de novas embalagens, comprar apenas o necessário para evitar desperdícios, dentre outras atitudes, pode cortar mais do que pela metade seus descartes.
Ah, antes que a gente se esqueça, cascas e outros orgânicos que não puderem ser aproveitados podem ir para uma composteira e aumentar ainda mais a sua jornada sustentável.
2. Use materiais recicláveis
Se possível, entre na vibe do faça você mesmo. Muitas pessoas aprenderam a fazer papéis reciclados e, com eles, criam projetos, artesanatos e até envelopes para enviar convites aos amigos. Consegue perceber o quanto personalizado e único é isso?
Aliás, quando falamos de materiais recicláveis, é lógico que não paramos por aqui. E, para jogar a real, você nem precisa colocar a mão na massa para que sejam produzidos, porque nem todo mundo tem dons criativos e manuais.
Você pode, então, dar preferência para os materiais recicláveis. Quer um exemplo? Algumas indústrias usam aquelas bandejinhas de isopor do supermercado para criar molduras, pallets e uma infinidade de produtos decorativos. Sua casa pode ter mais elementos recicláveis e sustentáveis do que você imagina!
3. Priorize produtores locais
Uma parte fundamental do conceito de sustentabilidade é o fomento da economia local, sabia? Incentivando os pequenos produtores, você contribui para circular o dinheiro em comunidades e assegurar o capital de giro dos proprietários da sua região, que têm menos acesso às linhas de créditos dos grandes bancos.
Sem contar que esses produtores têm um volume de produção bem menor e, por isso, não possuem o poder de negociação de grandes indústrias. Colaborando para que consigam escoar a produção, você vai ajudar a equilibrar um pouco mais a balança comercial. E os produtos naturais e sem agrotóxicos agradecem — e seu organismo também!
4. Escolha marcas com responsabilidade ambiental e social
Sabe aquela pequena atitude que, quando é acompanhada por muitos, faz uma empresa refletir? É essencial escolher marcas que são ambiental e socialmente responsáveis e deixar de lado aquelas que priorizam o lucro a qualquer custo.
E faz efeito, viu? Muitas empresas e entidades mudaram seus posicionamentos e estratégias depois de serem boicotadas por seus clientes ou expostas na mídia por seus comportamentos inadequados.
Viu, dá para cuidar do meio ambiente com pequenas atitudes que fazem bastante diferença, não é mesmo? E, se você precisa daquele empurrãozinho, pode conferir o que algumas empresas, associações ou amigos engajados (sim, juntos somos mais!) estão fazendo.
Datas comemorativas como o Dia da Amazônia, o Dia da Árvore e o Dia da Defesa da Fauna, por exemplo, acontecem em setembro e oferecem ótimas oportunidades para quem quer começar a chamar a atenção para os cuidados com o meio ambiente e levar mais pessoas nessa onda.
português (Brasil)